Select Page

A Nova Era do Mercado da Arte

 

Revisão de 2020 e NFTs

por Alexandre Coxo, 05 de Abril de 2021

O ano de 2020 foi marcadamente diferente do espectável, contudo o mercado da arte resistiu com os colecionadores a mostrarem interesse por adquirir mais no pós-confinamento.

Neste artigo é apresentado um apanhado dos números de 2020 e as principais tendências do mercado da arte.

Apesar do pessimismo inicial e da queda total de 22% face ao ano anterior, o ano fechou com as vendas a níveis significativamente superiores aos de 2009.

Os dados apresentados são provenientes das grandes plataformas que analisam o mercado da arte: Arts Economics, Artprice, Art Basel, UBS Investor Watch Survey, e Artfacts; e incluem valores de retalhistas, leiloeiras, feiras de arte, peritos e colecionadores.

Contudo e de forma geral, estas plataformas continuam sem incluir dados sobre o mercado de arte digital, que este ano se fez mais visível com o fenómeno de vendas dos Token Não Fungíveis (NFT).

No final deste artigo, a título de curiosidade, é apresentada a “Ferramenta de Decisão” disponibilizada pela Artprice, com o exemplo sobre Wassily Kandinsky.

Exclusivo para Subscritores!

Gostaria de ler o artigo completo?

 

Conheça os números de 2020 e tendências do mercado da arte. Fique a par do que acontece com o mercado das leiloeiras, feiras de arte, retalhistas e mercado online.

Sabe qual é o principal motivo para comprar arte?

 

Adira gratuitamente à Newsletter para obter acesso ao artigo completo.

Artigo Completo

 

Junte-se à comunidade.
Subscreva a Newsletter!

Carrinho
There are no products in the cart!
Continue Shopping
0